segunda-feira, 30 de março de 2009

Lá ele!

Olá Circulantes de plantão! Demos uma circulada legal no programa passado, não foi? Espero que estejam gostando de ouvir tanto quanto nós gostamos de fazer! E caso queiram dar (lá ele) sugestões, nosso e-mail e blog estão à disposição sempre!

Sexta-feira foi o dia do lá ele (risos). Todos conhecem bem a pegada do Circulando que trata de tudo de uma maneira sempre muito bem-humorada e espontânea, conseqüência da nossa química juntos e do nosso propósito: entreter falando de entretenimento, por que não?

Neste contexto, é claro, não pode faltar o sarro de um com o outro. Coitado daquele que dá (lá ele) um deslizezinho que seja... Geralmente sou eu, esta pessoa (risos). Aloprada, porém sempre alerta para revidar ou emplacar algumas "sacadas", e rápida no gatilho! Graças a esta "prontidão" toda, contribuo para dar (lá ele) ritmo ao programa, mas é claro, também cometo gafes pra dar (lá ele) e vender! Mas acho isso massa! Faz parte! Sou muito segura para tentar maquiar as coisas, e me fazer passar por alguém que não sou por vaidade ou qualquer outra coisa. E mais! O programa permite isso... estamos lá para nos divertir!

Naquele dia, recebemos (lá ele) o ex-guitarrista do Cidade Negra, o também cantor e compositor Da Gama. O cara é muito sangue-bom e meu parceiro das antigas (já gravei com o Cidade inúmeras vezes), e mesmo antes de sair do grupo em setembro de 2008, que também já estava desfalcado do Toni Garrido, trabalhava o projeto "Violas e Canções" - sem violas (risos).

Em breve, estará apresentando "Violas & Canções" por aqui, mas por hora, podemos conferir o lançamento do seu primeiro clipe "Se Você" amanhã na MTV. Ele tinha acabado de receber (lá ele) a notícia de que o clipe fora aprovado, e divulgou em primeira mão no Circulando. A música é linda, mas é claro, ao invés de colocar um trechinho dela no ar enquanto conversávamos, entrei de Ivete Sangalo com uma música lenta (!?). Da Gama? O CD? Paulinha? Não... A chave do canal do CD estava estava selecionando a Rádio Educadora! Deve ter sido por causa da Vó do Brasil... Ninguém merece! (risos) No final, tudo acabou mesmo em pizza! E em panzone...

Piloto baiano campeão da Stock Car Jr Master e vice-campeão
da Stock Car Jr Pro em 2008 estréia na Stock Car Light!

Ainda no mesmo programa, rolou a matéria com a cobertura do Tributo a Pink Floyd (detalhes abaixo), um bate-papo com a atriz Mônica Martelli que tinha acabado de estrear o espetáculo "Os Homens são de Marte... e é pra lá que eu vou!" (lá ela, segundo os meninos) em cartaz neste fim de semana no Teatro ISBA em Salvador, e a participação por telefone do piloto baiano Patrick Gonçalves diretamente de São Paulo, dando todas as informações dos treinos livres que antecederam sua corrida de estréia na Stock Car Light, agora chamada de Copa Vicar, realizada neste domingo em Interlagos. No programa de hoje, a gente conta o que rolou!

domingo, 29 de março de 2009

Pink Floyd com dendê

Olá, Circulantes de plantão! Vim aqui dividir uma experiência incrível com vocês! Na quarta-feira passada, fui cobrir o Tributo a Pink Floyd apresentado pela Banda Spectro no Teatro Jorge Amado, com fins beneficentes. Até aí, tudo bem, não fossem pelas participações especiais: músicos e ídolos do axé!

Foi a noite da quebra de tabus e paradigmas, pra não dizer preconceitos. A Banda Spectro trabalha o som do Pink Floyd, há 10 anos. Sem a intenção de ser cover, por reconhecer e respeitar a originalidade da banda que mais vendeu discos no mundo, reproduzem fielmente toda aquela ambientação "pinkfloydiana" provocando sensações bem familiares aos fãs da banda inglesa.

Como se já não bastasse, os artistas convidados surpreenderam ao mostrar sua veia rock'n roll em apresentações emocionantes pelo inusitado e pelas perfórmances. Saulo Fernandes (Eva), Luiz Caldas e Durval Lélis (Asa de Águia) fizeram pelo menos duas músicas cada um, e encerraram com a clássica "Another Brick in the Wall". Neste momento, desci para a frente do palco, e registrei este clipe pra vocês, aqui em duas partes! Confiram:

video
Tributo a Pink Floyd: Luiz Caldas, Durval Lélis e Saulo Fernandes!

A música durou uns 9 minutos! A segunda parte começa com um solo de Durval na guitarra, seguido do solo de Luiz Caldas e do de Paulinho Andrade no sax. Um dos melhores momentos pra mim foi Saulinho cantando "Hey You". No programa de sexta-feira, dia 27, vocês conferiram a cobertura completa do evento, e também esta versão exclusiva da música, na íntegra! O Circulando ainda dispõe de outras canções como "Time" com Luiz Caldas nos vocais e guitarra, e "Wish You Were Here" com Durval na gaita, guitarra e backing vocal, e vocês vão poder ouvi-las na nossa programação em primeira mão!

video
Durvalino manda ver no solo de guitarra!

Outra coisa a destacar foram os bastidores. Nada de milhares de seguranças, portas fechadas identificadas, nem de fãs deslumbrados ou imprensa. Apenas poucos fotógrafos, gente do staff da banda Spectro registrando tudo, e é claro, eu. Eu e os convidados especiais que foram chegando aos poucos, se encontrando, trocando idéias quanto à experiência e ao que ela representa.

Verdadeiro trio elétrico: Saulo, Durval e Luiz Caldas

Confesso que foi um dia que me deixou ainda mais fã de uma pessoa em especial: Durval Lélis. Além de um excelente artista, o cara é um visionário de uma lucidez profissional impressionante e de valores cada vez mais raros em protagonistas do showbizz.

Só pra vocês terem uma idéia, naquela noite, era para Durval estar ao vivo no Big Brother Brasil 9, da Rede Globo, edição que bateu todos os recordes de audiência e de participação dos telespectadores, que está na reta final, quando passa por momentos decisivos na trama. Mesmo assim, o cantor do Asa não poderia deixar os amigos da Banda Spectro na mão, em especial, Aloísio Messeder e Eduardo Gil, que foram seus colegas na época das "garage bands". Esses momentos, segundo palavras de Durval, são insubstituíveis. Durvalino também. Insubstituível.

Fica o recado do rei da Kizomba: quem sabe um empreendedor não arregaça as mangas para inaugurar uma casa de shows bem no estilo New Orleans, em que os artistas possam se encontrar informalmente para bater-papo, se divertir e improvisar fazendo um som despretensioso? Numa terra tão carente de locais para apresentações, esta casa seria sucesso logo de cara. A platéia e Salvador, do alto de seus 460 anos, agradecem!

Paulinho Andrade, Marcinho, Luiz Caldas, Saulo Fernandes,
Maurício Mendonça, Eduardo Gil e Aloísio Messeder

INSTITUIÇÕES DE CARIDADE BENEFICIADAS:
- NASPEC (Núcleo Assistencial para Pessoas com Câncer)
- Casa de Caridade Irmã Elisabete
- Projeto Repartir
- Projeto Sementes

quinta-feira, 26 de março de 2009

Uma câmera na mão, Circulando na cabeça!

Agora vamos de terça-feira! Pra vocês que estão sem Circulando por dois dias seguidos, é bom que a gente mata a saudade! E quem parecia nos ouvir naquele programa de terça foi o fabuloso cineasta Glauber Rocha, orgulho dos baianos. Isso porque sua filha Paloma Rocha e o marido Joel Pizzini foram ao Circulando lançar o filme Anabazys, que seria exibido no dia seguinte no Espaço Unibanco de Cinema Glauber Rocha que abriga o V Panorama Coisa de Cinema.

Anabazys é um documentário sobre "A Idade da Terra", o filme-testamento de Glauber, de 1980, por recriar a memória em torno da sua produção. Uma espécie de grande making-off com discursos do próprio ícone do cinema novo, cenas dele dirigindo os atores e trechos das filmagens que não entraram no filme, selecionados e trabalhados pelo casal entre as mais de 70 horas de material bruto.

Foi fantástico! Pena que durou pouco pois estávamos numa edição light do Circulando, que ocorre quando há jogo na programação da Metrópole. A nossa querida ouvinte Bia, mais uma vez, em uma das suas participações brilhantes (Bia é a única ouvinte que possui trilha sonora), levantou um assunto que muito interessou aos nossos convidados: dívidas.

Perguntávamos na nossa enquete "o que Glauber Rocha estaria fazendo nos dias de hoje se ainda estivesse vivo?", e eis que Biazinha respondeu que estaria pagando suas dívidas (!?). Daí pra a gente louca que estava no estúdio viajar para as dívidas PARA COM Glauber e não DE Glauber, foi um pulo!

O premiado cineasta e documentarista de projeção internacional Joel Pizzini e sua esposa, a filha de Glauber, Paloma Rocha, fizeram um apelo, o qual reproduzimos aqui, com relação ao Tempo Glauber, espaço que abriga todo o acervo da obra do cineasta baiano, que você pode conhecer virtualmente pelo Portal Tempo Glauber.

Cláudio Marques participará do Circulando novamente para comentar
o saldo do V Panorama Internacional Coisa de Cinema

O V Panorama Coisa de Cinema se encerra hoje, após 8 dias de exibições no Espaço Unibanco, na Sala Walter da Silveira e no Centro Cultural Plataforma, promovendo oficinas, debates, retrospectivas e homenagens, entre elas a Glauber Rocha, que teria completado 70 anos no último dia 14, se estivesse vivo. Ainda dá tempo de conferir o filme alemão "Por Baixo das Pontes", "Meteorango Kid", um dos homenageados, ou um dos curtas "Dagoberto vai ao Paraíso", "Cães" e "Amigos de Risco", estes dois últimos pela Mostra Competitiva que ocorre no festival pela primeira vez.

Confira a programação no hotsite do Festival, e aguarde até a próxima semana, quando teremos novamente a participação de Cláudio Marques, sócio-proprietário do Espaço Unibanco Glauber Rocha e idealizador do Panorama Internacional Coisa de Cinema. Desta vez, faremos um balanço do festival agora neste novo espaço, e comentaremos os premiados da mostra.

Cacau de Narciso???

Imaginem o cacau... Seria "o" cacau, se é que vocês me entendem... (risos) Só mesmo o Circulando pra proporcionar uma pérola dessas! Tudo graças ao nosso querido João, e, é claro, a um dos meus arremates sem noção... (mais risos)

Nosso querido, lindo e maravilhoso professor Ricardo navegava como de costume na internet durante o programa, quando João, que se senta sempre ao seu lado no estúdio, mas que jamais sequer ousou tocar no computador, entregou o coleguinha:

- E ele tá assistindo a si mesmo no YouTube! O último que eu vi assim, viu, Érica, morreu afogado... Na..ci.. $%#@...

"Como assim", pensei, e como havia mencionado a distribuição de ovinhos de chocolate a todos no estúdio, me aproveitei da dicção fantástica de João para surtar de vez:

- É... a gente que falou de chocolate há pouco, vamos lançar o Cacau de Narciso! (tsc, tsc)

Óbvio, imediatamente, João me corrigiu como que se corrigisse, mas não adiantou. A palhaçada já surtia efeito!

Estakazero em Festival Internacional de Forró!

Mais uma exclusiva do Circulando: a banda Estakazero participará do I Festival Internacional de Forró de Paris! É isso mesmo, a banda de forró pé-de-serra universitário, como ela mesma se classifica, de público fiel e essencialmente baiano, participará como convidada deste festival, ao lado de feras como o próprio Adelmário Coelho, baiano que também se apresentará nesta sexta-feira no Wet'n Wild, no I Forró do Ano.

A informação foi dada por Rubens da banda Jota & Cia, que ligou para o Circulando enquanto recebíamos Léo Macêdo da Estakazero no estúdio. Segundo Rubens, o Festival, que já teve suas edições na Argentina e em Portugal, se realizará pela primeira vez em Paris no dia 2 de Maio, com o apoio do Governo do Estado através da Secretaria de Turismo.

A banda Jota & Cia, que existe há 6 anos, lançará ainda em 2009, um CD com forró em francês, que contará com as participações de Armandinho, Dominguinhos, entre outros!

quarta-feira, 25 de março de 2009

Aberta a temporada oficial de forró!

Pois é, Circulantes... Programa agora, só na sexta! Por isso, tivemos Circulando por dois dias seguidos nesta semana: segunda e terça. E que programas... Primeiro, vamos de segunda-feira.

Anteontem, tivemos como convidados no estúdio Léo Macedo, vocalista da banda Estakazero e a estudante de enfermagem Ana Paula Lappe Alves para participar do quadro "Profissional Circulando". Neste quadro, desmistificamos alguns pontos das profissões e da vida acadêmica, tudo para dar uma forcinha ao ouvinte circulante que tiver curiosidades.

Estudante estrela campanha publicitária da faculdade!

Ana Paula está finalizando a monografia de conclusão da graduação em enfermagem e já engatou uma pós em UTI Neonatal e Pediátrica. A estudante é ainda monitora de disciplina no curso, trabalha na Unidade de Saúde da Família em Paripe e assina a co-autoria do Projeto de Extensão de Implantação da Sistematização da Assistência de Enfermagem no Hospital Ernesto Simões. Tudo isso faz de Ana Paula uma aluna de destaque da FTC, e por isso, foi uma das escolhidas para estrelar a campanha publicitária do Processo Seletivo da mesma. Uma simpatia!

Claro, segunda-feira também é dia de "Circulando nos Bastidores", e quem participa com a gente agora é o famoso Josemar Arlego, que assina a Coluna Holofote, do site Bahia Notícias. Josemar falou das datas e comemorações desta última semana no meio artístico.

E para completar a nossa noite, Léo Macedo, vocalista da Estakazero, levou o violão e conversou com a gente sobre a alta temporada do forró, sobre as várias vertentes do gênero e sobre o 1o. Forró do Ano, que será realizado nesta sexta agora na área verde do Wet'n Wild com sua banda, Flávio José e Adelmário Coelho como atrações principais. Sorteamos DVDs da Estakazero autografados e a enquete foi: Pra você, forró é música pro ano inteiro? Por quê?

As respostas foram muito interessantes e vocês podem continuar no clima por aqui! Vamos circular!

domingo, 22 de março de 2009

Prêmios de sexta-feira para o fim de semana!


Olá, Circulantes! Pra variar, sexta-feira, circulamos bastante! Sempre contando com a memória fantástica de João e Ricardo que não deixam escapar nada, chamamos a atenção para o Dia Internacional da Luta Contra a Discriminação Racial, que foi ontem, sábado. Convidamos nosso querido amigo, o cantor e compositor Tonho Matéria, que desenvolve vários projetos legais visando a inclusão social através da música e da capoeira, duas de suas grandes habilidades como artista. Foi sensacional! Muito obrigado pela participação de todos vocês!

"Olha a Beija-Flor aí, geeente! Chooora cavaco..."

Mas a gente não parou por aí... No estúdio, também recebemos o presidente do Conselho Municipal do Carnaval Reginaldo Santos e Juruna para falarem da IV edição do Troféu "Eu Sou o Samba", que premia os melhores do gênero no carnaval de Salvador deste ano em cerimônia que ainda está em andamento no Clube Fantoches da Euterpe, hoje. O homenageado da noite é o sambista Neguinho da Beija-Flor, que falou com a gente por telefone sobre a homenagem e as novidades com relação ao seu tratamento contra o câncer e ao seu CD e DVD "Nos Braços da Comunidade", que teve seu lançamento retardado por conta da doença. Uma gracinha, e deve estar fazendo bonito lá no Clube Fantoches ao lado dos nossos representantes do samba!

Ainda contamos com a participação do queridíssimo ator Rodrigo Fagundes, que faz o Patrick Pax na peça Surto, e no programa Zorra Total, da Rede Globo. A peça ganhou uma versão turbinada nesta segunda vez em Salvador em menos de um semestre, com novos quadros e personagens falando dos absurdos da vida, em especial daqueles que envolvem a carreira do ator, sempre com muito humor. Ele falou com o Circulando logo após a peça de sexta-feira, e contagiou a todos, inclusive aos apresentadores, que foram ontem conferir o espetáculo e ficaram impressionados com a qualidade dos atores que deram um show de interpretação e muito humor!

NÃO PERCAM - Patrick Pax: "Olha a faca!"

SURTO TURBINADO
Grupo Os Surtados: Rodrigo Fagundes, Flávia Guedes e Wendel Bendelack.
Hoje, domingo, às 20 horas, no Teatro do ISBA em Ondina.
Ingressoas a R$60,00 (inteira) e R$30,00 (meia).

Ganhadores de sexta-feira:
1) Fábio Bispo: kit do filme "The Spirit" com camiseta e par de ingressos + CD autografado da banda Adão Negro + Revista Você S.A. + par de ingressos para o Troféu "Eu Sou o Samba";

2) Rita Lima: kit do filme "The Spirit" com camiseta e par de ingressos + CD autografado da banda Adão Negro + Revista Elle + par de ingressos para o Troféu "Eu Sou o Samba";

3) Josué Dimas: par de ingressos para a peça "Surto Turbinado" + CD autografado da banda Adão Negro + Revista Próxima Viagem + par de ingressos para o Troféu "Eu Sou o Samba";

4) Lina da Cruz: par de ingressos para a peça "Surto Turbinado" + CD autografado da banda Adão Negro + Revista Pense Leve + par de ingressos para o Troféu "Eu Sou o Samba".

*Foi avisado na ocasião da divulgação, que os premiados com os ingressos para a peça comparecessem à Rádio Metrópole para o resgate dos prêmios, a partir das 15 horas de sábado - uma hora após a abertura da bilheteria do teatro.

A Rádio Metrópole fica na Rua Conde Pereira Carneiro, 226, Pernambués.

quarta-feira, 4 de março de 2009

CRONICANDO: LIVROS À MANCHEIA!


Eu não sei se todo mundo é assim, mas, cada fase vai ficando com a cara dos eventos mais legais (eventos, realizações, conquistas – em todos os sentidos – viagens) ou dos mais “cotchados” (mais tristes, frustrantes, complicados).
Pra mim é assim e pra mim os livros que li naquele ano marcam e deixam as lembranças e as emoções daquele período fortemente associadas a essas obras. Há... mas isso rola com os filmes também. Se eles são muito bons. É verdade, mas como hoje o João está aqui pra falar disso eu queria transformar a crônica em uma pequena resenha com dicas de leitura pra o verão que está chegando. Nem vou tratar das obras historiográficas, pois, só interessam mesmo a nós discícpulos da Deusa Clio e do Mestre Heródoto. Vamos pra os de ficção e não-ficção.
Vamos lá:
Comecei o ano passado lendo um livro chatíssimo, daqueles que você começa a ler porque está todo mundo comentando e só continua a ler pra poder criticar depois com referência.
“Quando Nietzsche Chorou”. O romance de estréia de Irvin Yalom, psicoterapeuta e professor de psiquiatria na Universidade de Stanford, combina personagens reais da Europa do fim do século XIX com ficção. Trata do encontro entre Nietzsche, Freud e Josef Bauer. Um porre histórico mesmo!

Aproveitei o embalo e completei a série Afeganistão que tinha começa com o maravilhoso “Caçador de Pipas” um deleite de literatura bem construída que deixa o filme no chulé. Olha, pra que gostou do Caçador, não deixe de ler “Cidade do Sol”, que consegue ser melhor que o anterior. O Khaled Hussein chegou e se instalou como nome definitivo no cenário editorial mundial. Aguardo ansioso pra desfrutar os próximos trabalhos do cara.


“Mulheres de Cabul”, Harriet Logan e “O Livreiro de Cabul” de Asne Sierstad nem chegam perto embora sejam apenas bons pra contextualizar a Guerra e a situação política do Afeganistão.

Aliás “O Livreiro de Cabul” gerou a maior polêmica pois a jornalista ficou hospedada na casa do tal livreiro e depois saiu detonando o cara. Vou falar a verdade além de ser uma falta de educação e oportunismo gerou ainda um processo e uma resposta agressiva pela mesma via literária: o cara escreveu “Eu Sou o Livreiro de Cabul”. Aliás o cara se chama Shah Muhammad Rais transformou a acusadora em acusada. A verdade sobre os dois livros: Um horror!

Mas vamos falar de literatura de verdade. No final do verão passado li “A Menina Que Roubava Livros”. Um primor que chega às raias da obra prima. Fabuloso pela idéia, pelo momento histórico – II Guerra Mundial – e pela narrativa. Bom.... Muito bom. Leia... leia... leia.
Parabéns ao australiano Markus Zusak. A história da menina Liesel Meminger e sua convivência – real mesmo – com a morte no tenebroso período dos anos 40 do século passado é genial e comovente. Um show!

Outro livro emocionante foi “Inácio de Antióquia” presente da moçada da JENA. O livro tem umas quinhentas assinaturas e dedicatórias (exagerado!) e narra os episódios históricos do cristianismo primitivo. É uma psicografia do médium Geraldo Lemos Neto. Indico a todos os apaixonados pelo assunto.

Passei também pela vida do Mago Michael Jackson na obra biográfica não autorizada intitulada “Michael Jackson – a magia e a loucura” de J. Randy Taraborelli. Gosto demais de biografias. Não sei se gostam mas essa é fantástica. Livro pra ler em um fôlego. Presente da amiga Bruna. Valeu mesmo!

No campo das crônicas quero indicar dois:
Primeiro: “Porno Política – Paixões Taras na Vida Brasileira” do Arnaldo Jabor. Calma que não é sobre “osadia”. Tem um pouco mas, o livro trata de outras coisas também. Depois do estrondoso sucesso de Amor É Prosa, Sexo É Poesia - livro que já vendeu mais de 200 mil exemplares - Arnaldo Jabor apresenta Pornopolítica - uma nova coletânea de crônicas em que temas públicos misturam-se ao universo de nossas fixações interiores. Política, sexualidade, miséria, arte, memória, medo - ao usar o cotidiano como matéria-prima de seus textos, Jabor associa fato e ficção, revelando paixões e taras que talvez preferíssemos ocultar.
Outro de crônicas:
“O Aspite” de Ziraldo que nesse livro assina Ziraldo Alves Pinto. O assessor de palpites. Bom pra Caramba. Com seu bom humor e otimismo de sempre, o escritor exerce sua função de aspite, assessor de palpite, mostrando a cada página que no mundo há um jeito pra tudo. E para o Brasil também. Uma delícia.

Mas, o livro do ano foi minha releitura de “O Mundo de Sofia” de Jostein Gaarder.
Fabuloso!!!
Um passeio monumental pela história da filosofia. Daqueles de chorar no final. Não tenha medo das quase seiscentas páginas. Se jogue e não se arrependa. Um livro único!
Se você é como eu e lê vários ao mesmo tempo esse é um livro pra ir com calma acompanhando outras leitura.
Por falar nisso concluí o intrigante “A Cabana” de Willian Young. Embora o livro pareça uma pregação teológica em algum momentos, vale a pena pela mensagem de redenção e superação.

Estou lendo saborosamente um escritor espanhol chamado Carlos Ruiz Zafón ("A Sombra do Vento") e adorando. Até já comprei o próximo livro dele - "O Jogo do Anjo" - pra emendar nesse. Leio também “Mudando para Melhor” do amigo Kau Mascarenhas e recomeço uma viagem fantástica de com “Paulo e Estevão”, mais uma pérola de Chico Xavier com sua parceria transcendental com Emmanuel. Uma poesia!

E pra terminar, outro poeta: “Livros... Livros à mancheia e manda o povo pensar”.
Saudações ao mestre Castro Alves.


Dito e feito, vamos circular.
Ricardo Carvalho

CRONICANDO: TODAS AS TRIBOS VÃO À ESCOLA!

Estamos a pleno vapor nas atividades acadêmicas.
Bem, é pra essa moçada que eu falo hoje. É uma homenagem...
Pra todos os batalhadores das páginas dos livros, cadernos e módulos. Pra esses corajosos jovens que enfrentam o desafio cotidiano das notas e provas. Que enfrentam professores e monitores. Que ocupam corredores e carteiras. Que vivem de leituras e avaliações.
Jovens espetaculares. Queridos companheiros destes meus anos dedicados a esse labor que incrível que é ensinar história. Se hoje eu ando palmilhando por outros caminhos fora das salas de aula foi lá que tudo começou.
Esses meninos e meninas são heróis da resistência. Contra o marasmo, contra o mau humor, contra o mesmismo e contra a omissão.
Foi com eles que fizemos as Diretas Já, que choramos Tacredo.
Com eles pintamos a cara pra mandar aquele palhaço collorido embora.



Com os jovens estudantes do Brasil vimos e protestamos contra o Sr. FHC quando ele começou a vender o Brasil.
Com eles sentimos as bombas explodirem dentro do Campus da UFBa já em pleno regime democrático e com eles elegemos um trabalhador presidente do Brasil.
Odiamos Bushs e esperançamos Obamas.
São eles os meus jovens queridos e cheios de um vigor que só os hormônios que borbulham e os sonhos do tamanho do mundo podem explicar.
Tive a honra de ao lado de meus alunos ter sido testemunha ocular, companheiro e muitas vezes protagonista destes fatos.
Meus alunos heróis.
Imaginem que ao longo de uma vida escolar um jovem até se formar irá assistir nada menos que 26.730 horas de aula.
Isso é o equivalente a 1.114 dias ininterruptos sem dormir, sem comer, sem fazer pipi, assistindo aula.



Algumas aulas interessantes, outras nem tanto. Alguns professores encantados e encantadores, verdadeiros feiticeiros como diz meu querido professor Hélio Rocha – aliás um exemplo vivo de feiticeiro da sala de aula – outros verdadeiros seres caídos de paraquedas na sala. Como diz o próprio Hélio: Dinossauros da Educação, Chatos de galocha.
Alguns passarão essas 26.730 horas em salas lindas, climatizadas e cheias de recursos multimídia. Já outros em outras salas: abafadas, acabadas, calorentas.
26730 horas de aula ao todo ao longo de uma vida escolar. Sem contar revisões e aulas extras...
Tudo isso pra que? Você me pergunta e eu lhe respondo:
Pela glo´ria maior de uma vida que é ser o cosntrutor de seu destino!
Revolucionar-se para revolucionar o mundo.
O primeiro e único passo fundamental: Educação.
Não se constrói nada sem ela.
Todas as utopias fracassaram em parte porque se esqueceram de transformar os indivíduos enquanto transformavam as estruturas. Outras fracassaram exatamente por que acertaram: investiram em educação e formaram massa crítica e no que deu? Os meninos foram lá e questionaram o próprio sistema. Suprema dialética que prova o poder revolucionário da Educação.





Eles, meus queridos jovens estudantes sabem bem disso. Senão não estariam lá, todos os dias, sorrisos abertos em generosa disponibilidade dizendo entre um olhar de admiração e um gesto de amizade o quanto querem ser melhores do que são a cada dia. É a indisfarçável certeza de que podem e que farão o que quiserem dos seus destinos.
Jovens de todos os tipos...
Os ricos e os pobres.
Os com motoristas e Mercedes. Os com carro, os sem carro. A galera feliz dos buzus.
Os risonhos e os tristonhos.
Os artistas e os sofistas.
Os Nerds.
Os Trakers.
Os Nets e Gamers
Os Punks e Neo Punks. Aqui vai um abraço para Paulo Farias, aluno da minha primeira turma. Tinha quase a minha idade e hoje meu grande amigo. "The Punk no dead", Paulo.





Os Góticos e os Headbangers .
Neo Hippies e Otakus . Esses são os fãs de Animes e Mangás.
Os Rivetheads e os Geeks
Acredite até Rappers tem nas salas de aula.
Os Emos sempre chorosos e apaixonados. Ouvindo My Chemical Romance.
Clubers, entre eles a mais bela cluber: Laka. Amiga querida.
Os Rastafari e as Patricinhas.
As Sweet Lolitas.
Os pagodeiros e baladeiros.
Os industriais. Os operários. Os batalhadores. Oficie e Moto Boys.
Os posers e... os normais. Gosto muito desses. São a maioria.
Mil tribos povoam as salas de aula da minha terra...
Milhares, milhões de jovens cheios de futuros no presente.
Apaixonados por seus projetos de vida e agradecendo a todos nós que acreditamos neles.






Saudações.
E dito e feito, vamos circular...
Ricardo Carvalho

terça-feira, 3 de março de 2009

BAHIA ANTIGA

Saudações...
No programa do dia 02 de março (Dia do Turismo) tivemos a participação de inúmeros ouvintes respondendo a enquete: "Que lugar de Salvador - ou da Bahia - mereceriam figurar na lista das Maravilhas do Mundo?"
Elevador Lacerda, Itapoã, Farol da Barra, Cachoeira, São Félix... foram bastante citados, mas, a Ponta do Humaitá, na Cidade Baixa , ganhou disparada.
Eu prometi colocar imagens de Salvador Antiga para que nossos ouvintes pudessem tentar identificar os locais. Pois bem, aí vão as fotos:





















Espero que se divirtam com essa Salvador que já não existe mais.

Um abraço, Ricardo Carvalho